TRANSTORNO DO ESPECTRO BIPOLAR


A pessoa tem pelo menos um período de intensa “energia”, onde se sente bastante acelerada, inquieta, muito falante, além de mais corajosa para realizar comportamentos, tem dificuldades em controlar alguns impulsos como de compras, comer, sexuais, etc. Não sente necessidade de dormir e salienta uma intensa sensação de bem estar. Em outras ocasiões sente-se exatamente ao contrário: sem “energia”, lenta, entristecida, com tendência ao isolamento social, desinteressada por tudo, desanimada e bastante pessimista. Ou seja, há fases em está deprimida e, pelo menos em uma oportunidade, outra onde se apresenta bastante eufórica ou irritada. É comum haver uso abusivo de álcool ou outras drogas, além de condutas inadequadas que colocam em risco sua integridade física e social. Os sintomas são bastantes variáveis quanto à intensidade, desde o mais leves até graus graves com sérios comprometimentos no convívio social e familiar.
RISCO: agressividade intensa e condutas antissociais, possibilidade de crimes ou ações passionais sob ação de bebida ou drogas. Há possibilidade de tentativas de suicídio.
Charge: Camilo Riani.

Recomendamos para você