Bulimia nervosa

A pessoa costuma ter episódios de ingestão exagerada de alimentos (chamados de ataques de comer), associado a uma preocupação excessiva e descabida com o controle do peso corporal. Portanto tem compulsão frequentes de grandes quantidades de comida com pouco ou nenhum prazer. Consequentemente tem comportamentos compensatórios como exercícios físicos excessivos, vômitos forçados ou uso de laxantes ou diuréticos. Estes “ataques de comer” ocorrem, pelo menos, duas vezes na semana. Não costuma perder peso corporal. Pode estar associado a uso abusivo de álcool ou drogas. Costuma ter sérios conflitos com os pais que geralmente têm comportamentos negligentes.
RISCO: complicações orgânicas pelo excesso de vômito forçado, dilatação ou ruptura do estômago ou esôfago e hipertrofia das glândulas parótidas.
Charge: Camilo Riani

  • © 2018, Designed by Indev Web.